quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Queria


Eu queria ser diferente, mas sou igual a todo mundo.
Queria ser amada por todos, mas nem todos me amam.
Queria ser doce... Doce de leite, chocolate com morango, brigadeiro.
Mas muitas vezes sou azeda como um limão e amarga como um jiló.
Outras vezes sou agridoce.
Queria ser suave, mas sou ardida como uma pimenta e ácida como uma aspirina.
Queria ser light, mas tenho milhares de calorias, portanto não abuse.
Queria ser maleável, mas sou dura como a rapadura.
Queria ser só eu, mas sou você, sou nós, sou todos, porque pega o jeito, uma frase, um gesto.
Embora eu seja muito eu, mas ainda assim sou um pouquinho de alguém.




Um comentário:

Um Oficial com Espada Própria disse...

Seu post é muito útil para uma reflexão quando você conclui assim: Queria ser só eu, mas sou você, sou nós, sou todos, porque pega o jeito, uma frase, um gesto.
Embora eu seja muito eu, mas ainda assim sou um pouquinho de alguém.